Série Espaços do Afeto | 2006

O fotógrafo Alexandre Sequeira apresenta fotografias captadas com equipamento artesanal (técnica pinhole) no ano de 2006. A casa da família, O quarto da mãe e O túmulo do pai, são os títulos das 03 imagens que compõe a série Espaços do Afeto, fazendo referência a lugares considerados pelo autor como de grande valor emocional. As fotos já foram expostas anteriormente no Salão Pequenos Formatos em 2006 e no Arte Pará 2007. Segundo texto do crítico e curador Paulo Herkenhoff publicado no catálogo do referido salão, a série de Alexandre apresenta um roteiro da memória e experiência afetivas na cidade de Belém. Nesse plano afetivo-cartográfico, a linguagem da câmera pinhole produz uma imagem enevoada que, na poética do autor se converte em luz envolta em sombras. E é assim, segundo Herkenhoff, que o artista produz um fenômeno do imaginário: o esforço da visão é o esforço da memória diante da ausência do pai. É na difícil visibilidade que é possível lembrar. Sob esse olhar, a ausência do pai é a presentificação da falta. Segundo Herkenhoff, o fundamento teórico da fotografia de Alexandre está menos na caça ao alvo da caixa preta de Villem Flusser, e mais na afetividade da câmara lúcida de Roland Barthes.

Texto escrito por Paulo Herkenhoff para o catálogo do Arte Pará 2007.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *