Nazaré do Mocajuba

Pesquisa desenvolvida nos anos de 2004 e 2005 no pequeno vilarejo de mesmo nome, localizado no município de Curuçá/nordeste do estado do Pará, na amazônia brasileira. A partir da realização de serviços fotográficos solicitados pelos nativos, como fotos para documentos ou de registros familiares, Alexandre é acolhido como um retratista da pequena vila. Alexandre passa então a propor a troca de objetos pessoais como cortinas, toalhas de mesa, lençóis ou redes, reproduzindo sobre eles a imagem de cada dono em tamanho real.

4 Comentários

  1. Não sei porque, mas o meu comentário sumiu. Então aqui vai de novo.
    Como sempre acontece quando a beleza entra pelos nossos olhos, minha vida ficou dividida em antes e depois do seu trabalho. Não dá pra ficar imune a tanta poesia, tanta arte, tanta delicadeza. Observar um mundo que não é o meu, mas ao qual pertenço de coração, corpo e alma, fez de mim uma pessoa melhor. Quem mais captaria a essência humana com tanta sensibilidade e delicadeza. Você, com suas fotos e com seu discuso, preencheu muitas das minhas lacunas. Te devo essa. Muito obrigada.

    • Nossa Cristina,que lindo comentário!!!!
      Desculpe o atraso em responder sua mensagem. Esto em doutoramento e isso tem me deixado meio atrapalhado com tantas demandas.
      Fico muito feliz em saber que o que faço agrada vc. Você trabalha com arte?
      Espero que possamos nos comunicar mais vezes.
      Um abraço,Alexandre Sequeira.

    • Olá Alina!
      Desculpe o atraso em responder sua mensagem.
      Fico muito feliz em saber que o que faço agrada vc. Você trabalha com arte?
      Espero que possamos nos comunicar mais vezes.
      Um abraço,Alexandre Sequeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *