Série Nazaré do Mocajuba | 2005


5 Comentários

  1. Considero esse trabalho fantástico. Ele extrapola os limites da fotografia como simples forma de registro, documentação ou qualquer outra definição. Ele é cheio de sentimentos e de humanidade. Parabéns!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *